Decoração bonita e barata dá vida ao pequeno apê

Móveis sob medida, peças de design e objetos de família compõem a receita deste lar alegre e funcional

Texto Débora Borges | Produção: Camila Joner | Fotos: Carlos Edler

Sem muito dinheiro para investir e em busca de um apartamento “BBB” (bom, bonito e barato), a designer de festas Camila Joner demorou dois anos para encontrar o imóvel que seria seu lar, em Porto Alegre. Para driblar a metragem reduzida, ela optou por investir em móveis sob medida e aproveitar todos os espaços. O clima “quente” foi garantido com a combinação de alguns móveis rústicos e detalhes em tramas de algodão. “O amarelo também veio nessa proposta, pra alegrar e aquecer. Ter uma casa aconchegante e alegre era a prioridade”, conta. Alguns móveis e objetos de design foram adquiridos aos poucos, em saldos e promoções. O resultado não podia ser melhor: o apartamento ficou tão funcional que passou a abrigar ela e o namorado.

 

O gorgorão é uma boa opção de tecido para cobrir paredes. O material fixou-se facilmente com cola branca.

 

Uma dica para economizar espaço e garantir um pouco de ordem no apartamento pequeno é usar uma estante como divisória no lugar da parede. O Jesus Felizão, da Mundo Arte Global, dá boas-vindas e traduz a fé e o bom humor da proprietária. Também na sala, o armário com portas de espelho guarda roupas de cama, mesa e banho, além de contribuir para a sensação de estar em um ambiente mais amplo.

 

 

Uma alternativa para economizar e, ao mesmo tempo, oferecer identidade própria aos ambientes é optar por itens que façam sentido na história de vida do morador. Camila Joner apostou em uma “decoração afetiva”: “Vários objetos são herança de família, como a colcha de fuxico, costurada pela minha falecida avó, e a luminária da escrivaninha, do meu bisavô.”

Para sair do convencional a designer fez um sofá de molduras e usou pranchetas como moldura para quadros.

 

Revista Decorar Mais por Menos Ed. 41