Dê destaque à pia

Como escolher o material certo para cada ambiente? E quanto isso pode custar? Tire suas dúvidas!

Por Daniela Espinelli | Adaptação web: Tayla Carolina

Existem hoje no mercado inúmeros materiais disponíveis para diferentes tipos de bancadas. Com o avanço da tecnologia e o conhecimento de cada opção, é possível ser criativo na decoração sem medo de errar.

Afinal, nada impede que você experimente algo que fuja do tradicional, aliando critérios estéticos à funcionalidade certa para cada espaço, lembrando de escolher a alternativa que caiba no orçamento.

Parece complicado, não é? Mas calma! As arquitetas Tacia Cavallaro e Stephanie Sousa Jahnke, do escritório Stécia’ Arq Arquitetura e Urbanismo, descomplicam tudo. Confira!

 

Mármore: lindo e delicado

Este é um dos queridinhos da decoração, mas antes de optar por ele tenha em mente que o material exige cuidado constante. “Colocá-lo em uma cozinha, por exemplo, não é muito indicado, pois panelas quentes ou a própria movimentação de pessoas pode prejudicar a superfície – o que não é o ideal, pois, em termos de pedras naturais, ele é mais caro que o granito”, diz Tacia.

 

Bancada Rústica

A madeira, quando impermeabilizada, pode ser usada em qualquer tipo de bancada. Opte por esse material em cozinhas e banheiros de imóveis de regiões frias.

 

Concreto e Cerâmica

Esses são modelos que podem ser usados em qualquer bancada, desde o lavabo até a área de churrasco. “O concreto possui características mais neutras, enquanto a cerâmica possui aspecto mais caloroso, trazendo vivacidade”, afirmam as arquitetas.

 

Cuidado

De acordo com as profissionais, inox e vidro são bastante específicos. Inox deve ser usado em cozinhas, enquanto o vidro só deve ser planejado nos banheiros, já que esse material não pode receber calor direto nem objetos pesados.

 

 

Revista Decorar Mais Por Menos – Ed. 84