Reuso para decorar

Com móveis aproveitados e a ajuda das tintas para delimitar os ambientes, o loft de 27, 5 m² ganhou cara nova

Por Maira Cardoso | Fotos Alecrim Fotografia/Divulgação | Adaptação web Tayla Carolina

Especialistas quando o assunto é dar um novo olhar ao espaço, a Ana Viana e a Bárbara Ávila, do estúdio de decoração Buji, organizaram objetos e itens que o casal já tinha para dar cara nova ao loft. Os donos, um casal que  planeja ter filhos, fizeram o pedido: um ambiente organizado de forma que, se a família aumentar, o único trabalho seja colocar um berço.

“A proposta foi criar uma separação de ambientes por meio da pintura das paredes, fizemos uma pintura diagonal cinza até no teto”, explicam elas. “Anteriormente, a cama de casal ficava próxima do banheiro, na parede do ar condicionado.

A solução que encontramos foi trazer o quarto de casal para perto da escada, deixando o outro lado reservado para o bebê, fazendo assim um ambiente mais protegido.” Para as paredes a escolha foi um tom de verde, e para a cremalheira as profissionais indicaram uma estrutura branca e tábuas de madeira clara. O casal tem muitos quadros, elas ajudaram na escolha das novas molduras e da disposição.

Escritório novo

Para que o ambiente seja usado enquanto eles ainda não têm filhos, a opção foi colocar a estante de madeira junto à janela, mas para configurar o espaço do bebê ela fica perpendicular à cama do casal, formando assim dois ambientes.
O casal tem muitos objetos decorativos, itens e livros, e queriam um espaço de escritório.

A solução sugerida por elas foi a cremalheira. É uma maneira barata, flexível e bonita de organizar e otimizar os espaços. “Adoramos a possibilidade de ter em uma mesma estrutura prateleiras e escrivaninha”, completam.

 

Revista Decorar Mais Por Menos – Ed. 85